Prevenção é a palavra chave para crises de imagem

Crises de imagem podem ocorrer com qualquer pessoa ou empresa e a qualquer momento. Mas, ainda é comum ouvir empresários dizendo que não correm riscos. Que “se pegam com Deus” – ou qualquer outra divindade em que acreditem – para se livrarem dos riscos. Até “isolar” três vezes já vi, como se perguntas sobre gerenciamento de crise pudessem trazer má sorte.

Pode parecer engraçado, mas é espantoso. Existem muitas empresas e profissionais liberais que não se preparam para uma crise de imagem, que pode por a perder o trabalho de anos. Porque, para criar uma imagem sólida e consistente, é preciso muito tempo, mas cinco minutos de ações impensadas podem gerar um problema sério. Então, a palavra básica é PREVENÇÃO. De acordo com Mário Rosa, consultor de empresas e escritor, adotar uma atitude preventiva significa, na prática, mapear dificuldades e definir soluções quando ainda não há nenhum tipo de pressão.

Pensando nisso, seguem 7 dicas para te deixar longe de qualquer crise:

  • Normalmente, a crise é anunciada bem antes, mas fingimos não vê-la. Não ignore problemas;
  • Crie um Comitê de Crises, responsável por mapear possíveis riscos dentro de sua empresa. O comitê é formado pelo presidente da empresa; diretor de Marketing; assessoria de imprensa; departamento jurídico; demais gerências que o líder julgar necessário envolver;
  • Após o mapeamento de riscos, o comitê deve sugerir ações preventivas para que esses possíveis problemas não ocorram.
  • Crie um código de posturas interno. Quando o colaborador conhece suas responsabilidades, a tendência é de queda na geração de problemas;
  • Eleja um porta-voz, que será o responsável pelo atendimento à imprensa.
  • Crie uma base de dados com informações sobre todos os colaboradores, fornecedores, autoridades, jornalistas e quem mais precisa ser acionado em caso de uma emergência.
  • Esteja pronto para reações ágeis e fundamentadas. Em crise, lide com tranquilidade e transparência junto ao público e imprensa. Evite o famoso “nada a declarar” e seja rápido no retorno aos jornalistas

Cilene Impelizieri – Diretora da Hipertexto Comunicação Empresarial

COMO PODEMOS TE AJUDAR? ESTAMOS À SUA DISPOSIÇÃO.